Quem sou eu

Minha foto

A Escola de Artes Mágikas e Divinatórias, funciona desde 1984, administrando cursos de Introdução à religião Wicca, Ocultismo, Paganismo, Runas, Cristais,Tarot, Baralho Lenormand (Cigano), Baralhos Espanhol, Dados, Magia Cigana, Introdução à Cabala, Introdução à Magia de Pós e Ervas; Perfumes e Unguentos, Feitiçaria Moderna.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ESTUDOS E PESQUISAS (1) O Mago...

Cada vez a E.A.Mágikas e Divinatórias Alana Morgana, se empenha em trazer novos cursos e pesquisas. Com isso, enriquecemos  nossos estudos, trazendo novas pesquisas relacionadas a assuntos relacionados a Artes Mágikas e Divinatórias.  

O Tarot atualmente vem tendo muitos adeptos. Alguns só querem a divinatória, saber "a sorte" e outros querem as pesquisas mais profundas sobre o lado místico, esotérico, oculto das lâminas brilhantemente trabalhadas com símbolos. Símbolos que vão ao inconsciente e a caminha junto com a Magia. Todos foram ligados a Ordens Místicas, esoterismo. Seria hipocrisia dizer que os que utilizam o Tarot só vem o inconsciente como Yung, e não também como um caminho Mágiko e Iniciático.
Um pouquinho sobre o Mago, pois todo a Teoria e prática será dado nos nossos cursos presenciais ou on line.

Falemos sobre o Mago:
 Eliphas Lévi, que foi o introdutor da CABALA no Tarot. Muitos o criticam, fazem chacota, mas temos que respeitar esse grande Mestre Ocultista com sua visão mística cabalista sobre os Arcanos. Um dos mais controversos assuntos é sobre a letra Aleph com o Mago.
O mesmo, coloca ALEPH  ao Mago, o vendo como o Criador.Outros como o famoso russo chefe da Maçonaria, do Martinismo e da Rosacruz na Rússia, G.O.Mebes também colocava o Mago como Aleph; Papus também não fugiu a regra.
com o tempo,  outras vertentes foram surgindo colocando O Louco como Aleph.  Exemplificando, o Mago e Bruxo Aleister Crowley. Brevemente falaremos um pouco sobre os homens e mulheres poderosos do Ocidente e sua relação com a Magia, o Ocultismo e o Paganismo.

Eliphas Lévi                                                     
Crowley

Tarot de Rider Waite
Tarot de Crowley
Tarot de Besançon

Tradicionalmente, o Tarot tem a simbologia com os quatro elementos. E na Lâmina I 
na Arte Divinatória , o Mago ou o Presdigitador, concentra as suas habilidades na fala, na Arte da Oratória, nas idéias e força de vontade; ele soluciona situações com muita habilidade. Ele tem competência e dá o primeiro passo para a situação que se apresenta.
Na  sombra, é o enganador, bajulador, ladrão, oportunista.
Traz acima de sua cabeça o simbolo do infinito (lemniscata) através do chapeu ou como o Tarot de Edgar Waite, acima de sua cabeça. Sua mão está apontando para cima e a outra para baixo " O que está acima é semelhante ao que está abaixo" a máxima de Hermes Trimegistro.
 Sôbre a mesa, os quatro elementos, nos quais ele os manipula muito bem.  Seu arquétipo é o Criador e a sua letra é Aleph.
Vemos que Crowley foi completamente diferente, mas tendo o Mago também como Hermes o Mensageiro dos Deuses, ele se equilibra na montanha do inconsciente; o caduceu que vem das profundezas  e o disco alado que vem de sua cabeça, mostra a força solar mais elevada que ascende do inconsciente, consciência da totalidade. O cetro com cabeça de Fênix, poder, força regeneradora, enfim, há dentro desse Arcano (que significa mistério, o Oculto) os outros símbolos desse polêmico magista.
Falando sobre Waite : Foi o primeiro Tarot a ter desenhos ou pintas nos Arcanos Menores. Após ele outros fizeram variações desses Arcanos.


Obs: Nos cursos de Tarot, aprofundamos os Arcanos, nos seus ricos detalhes.

Alana Morgana





Nenhum comentário:

Postar um comentário

TURMAS DE FORMAÇÃO DE BRUXAS ECLÉTICAS 2018