sábado, 3 de novembro de 2012

A SUMA SACERDOTISA


Vamos falar um pouco da Suma Sacerdotisa, uma Lâmina complexa e MUITÍSSIMO 
interessante....


II-A GRANDE SACERDOTISA
Analogias: o conhecimento lunar, que nos é trazido quando nos encontramos em estado de sonolência pelo conhecimento desperto através de sonhos, idéias, intuições e mensagens do âmbito do inconsciente.
O Espírito Santo (em hebraico que segundo Gênesis 1:2 flutuava sobre a água (e continha o potencial da criação). Maria (isto é, a água do mar) como recipiente físico em que a idéia foi encarnada.
O mito de Petrséfone, que desce para Hades e come a romã oferecida pelo Deus. Torna-se um símbolo de amor e morte.

Interpretações
Passividade, paciência, conhecimento intrínseco, compreensão, intuição, mistério, segredo, piedade, silêncio, discrição, fé, piedade. È uma carta que sempre triunfará sobre o mal. Rege as forças do inconsciente e as intuitivas.
Mental: Conhecimento intuitivo, instinto, sabedoria espiritual,
Emocional: Calma, reflexão, paciência, amor, meiguice, mas sem muitas demonstrações de afeto.
Físico: Atua na parte degenerativa, como esclerose, úteros, ovários. Mas no geral está com boa saúde.
Sombra: Egoísmo, superficialidade, fanatismo, mágoas, dissimulação, hipocrisia, fuga da realidade, intenções secretas, mesquinharia, preguiça. Beatice. Disposição hostil ou indiferença. Atraso, lentidão.
DIVINATÓRIO
Sentido Geral: Deixar acontecer, passividade, paciência, desejo passivo, mistério, segredo (carta de proteção).
Profissional: Ajuda, contrato, intercâmbio, confiança. (psicóloga, terapeuta)
Relacionamento: Almas gêmeas, compreensão, desejos oculto.
Espiritual: Intuição, Consciência lunar, devoção.
Sombra: Imprevisibilidade, mágoas, ressentimento, inércia.
Saúde: útero, ovários, intestino, esclerose.
Simbologias da Grande Sacerdotisa
Letra BETH= B, símbolo boca, fala, casa. Valor numérico 2.
Imagens: O aspecto feminino de Deus, Ísis, Astart, a Virgem Maria, Sophia, a concebida, a freira, a Mãe Celeste
Símbolo de Waite: Ísis, a trílice Deusa da Lua(a coroa com as três faces da Lua)
Lua Crescente; A virgem com chifres dedicada à Deusa.
Lua Cheia: A Grande Sacerdotisa como representante da Deusa.
Lua Minguante: A mensageira da morte.
Shekinah- a noiva espiritual do homem correto.
Símbolo da presença de Deus. Grande bom senso.
Tora: A superior, a lei secreta, o livro dos mandamentos de Moiséis.
As duas colunas do Templo de Salomão, Boaz (isto é, nele há força) e Jaquim (isto é, criará), em Boaz é igualada a Lua Crescente (crescimento e bênçãos) e Jaquim à Lua Minguante (decadência e maldição). Assim, as colunas são símbolos da força vital positiva e negativa.
B e J também foram indicações de Baal e de Jeová, bem como de João Batista (O Batizadoe).
As cores preta e Branca representam os dois lados da Deusa da Lua: Ísis e Ártemis também foram apresentadas como a Deusa alva e a Deusa negra. Da mesma forma, Maria é venerada em muitos lugares como a Deusa Negra.
As colunas que se abrem com flores para cima, o que simboliza a disposição de conceber.
A capa com romãs e palmas. Os romãs como símbolo de amor e morte (mito de Perséfone), da beleza feminina, da fertilidade e da defloração: a mordida que Eva deu na maçã, Branca de Neve e Perséfone.
As palmas representam a sexualidade masculina, a renovação.
A capa, que tem de ser rasgada a fim de que se possa chegar ao mar do conhecimento.
A disposição da árvore de romãs na forma da árvore da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TURMAS DE FORMAÇÃO DE BRUXAS ECLÉTICAS 2018