Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2013

Programação do MÊS DE JULHO (2013)

JULHO:

15 (As SEGUNDA FEIRAS) CURSO de FEITIÇARIA CIGANA PARA AMOR (Duração 2 meses) das 19 as 20h Investimento: 107,00
TODOS OS DOMINGOS AULA SOBRE WICCA AS 15:00h

EPÍTETOS ("qualidades") da DEUSA ATHENA

Deusa Athena, a Deusa Poderosa da Estratégia, Sabedoria, Artes e Ofícios!

Aglauros (Orvalhada), Agoraia (do Mercado), Aithuia (Pássaro marinho), Alalkomene (Que repele o perigo), Alea (Protetora), Apatouria (do festival Apatouria), Areia (Bélica), Boulaia (do Conselho), Ergane (Trabalhadora), Glaukopis (Olhos cinza, de coruja), Gorgopis (Com olhos de górgona), Hellotis (Rosto largo), Hephaistia (de Hefesto), he Theos (a Deusa), Hippia (De cavalos), Hugieia (Saúde), Itonia (de Itonos) Khalinitis (Da rédea), Khalkioikos (Habitante de uma casa de bronze), Khruse (Dourada), Kourotrophos (Protetora da juventure), Kranaia (Cumpridora, executora), Meter (Mãe), Nike (Vitória), Nikephoros (Que traz a vitória), Pallas (nome alternativo), Panakhais (deusa da Liga Akhaean), Pandrosos (Toda-orvalhada), Parthenos (A virgem), Phatria (Da frátria), Poliakhos (Urbana), Polias (da Cidade), Polumetis (De muitos conselhos), Promakhos (Campeã), Pronoia (Providência), Salpinx (Trompete de guerra), Sophia (S…

PROGRAMAÇÃO da ESCOLA até Setembro de 2013

PROGRAMAÇÃO DA ESCOLA ATÉ SETEMBRO DE 2013
PROGRAMAÇÃO DO ANO DE 2013
JUNHO 
DIA 30 de Maio/ 9 de JUNHO Início- Curso de Wicca- 1 ano. (Investimento: 30,00) Todos os Domingos as 10 h-
DIAS: 13/ 14 : (QUINTA E SEXTA DE 19 as 21h) -: Curso de Pós, Banhos e Filtros Mágikos (Investimento: 90,00-) Dois dias com Certificado e Apostila.
DIA 29 - (SÁBADO de 14 as 19h-) - Curso de Baralho Cigano (Certificado e Apostila) Ivestimento: 90,00

JULHO:
15 (As SEGUNDA FEIRAS) CURSO de FEITIÇARIA CIGANA PARA AMOR (Duração 2 meses) das 19 as 20h Investimento: 107,00
AGOSTO:
Início:13 de Agosto as 13 h: TERÇA FEIRA: CURSO DE BÁSICO de ALTA MAGIA (5 MESES) Investimento: 150,00
17 SÁBADO de 14 as 18h:: Curso de MAGIA COM ERVAS (Investimento: 130,00 Com Apostila e Certificado.
SETEMBRO
Dia 15 as 15h DOMINGO- Curso de MAGIA ANGELICAL (de 15 as 20h) Investimento: 130,00

CURSO DE WICCA

DIA 30 de MAIO se iniciará o CURSO DE WICCA com a duração de 1 ano. Uma vez por semana 2h de aulas
. Passeios temáticos, aulas práticas.
Investimento; 30,00
Inscrições: zingarawitch@gmail.com

O que é Wicca, Bruxaria e Paganismo
- História da Bruxaria e breve história do Paganismo
- Magia branca e magia negra - Bruxaria e Satanismo
- História da Wicca
- Quem foi Gerald Gardner - Glossário de termos mais utilizados - As Tradições e vertentes da Wicca
- Os 5 elementos e o pentagrama
- A Deusa e o Deus
- Princípios Wiccanos
- Lei Tríplice
- Dogma da Arte
- A Roda do Ano
- As fases da Lua
- Os textos sagrados da Wicca
- O que é um Coven
- A prática em grupo e a prática solitária
- Iniciação
- Tabelas de correspondências
- O nome mágico
- O que são feitiços e como prepará-los
- O Livro das Sombras
- O círculo mágico
- Elevação de energia em um ritual

DEUS HERMES

Este texto está maravilhoso sobre o poderoso Deus hermes. Foi escrito por Jayme Carvalho

 O DEUS HERMES


Divindade complexa e com muitos atributos, Hermes parece ter sido de início um deus agrário, protetor de pastores nômades e dos rebanhos, daí seu epíteto de Crióforo (e muitas vezes representado com um carneiro sobre os ombros). Mas os gregos ampliaram suas funções e, por ter roubado o rebanho de Apolo, tornou-se símbolo de astúcia, ardil e da trapaça. Mentalmente esperto, ele, o pensamento, é o golpe de mestre. Esperteza entendida como proteção. Senhor dos que realizam negócios durante a noite. Na Ilíada, vendo o alquebrado Príamo ser conduzido por Hermes através do acampamento aqueu, Zeus exclama comovido: Hermes, tua mais agradável tarefa é ser o companheiro do homem; ouves a quem estimas. Então aqui podemos ampliar a função pensamento, palavra e comunicação, para a capacidade de ouvir. Senão ficaríamos com a definição de diálogo como dois monólogos superpostos. Cada um em seu próp…

"DITIRAMBOS A DIÓNYSUS"

Este é um texto maravilhoso de Luis Calheiros:




É muito feliz a associação do Vinho à Arte, porque é, desde tempos imemoriais, feita uma relação direta entre o êxtase delirante a que conduz a embriaguez do vinho, e a alucinação inspirada, como que um delírio lúcido, que provoca e potência a criação artística. É com a civilização clássica, que no seio do chamado milagre grego, a par com o espanto primordial da filosofia, se assiste à transformação das festas em honra a Diónysus (o deus grego do vinho e da vinha) no drama arcaico, na forma convencional do diálogo entre o coro e o ator recitativo dos ditirambos, que está na base da tragédia grega. Esse expoente da expressão artística que é o teatro antigo grego, conjunto de artes cénicas, dramáticas (a que pertence também a comédia) está na infância de toda a arte ocidental, que nasceu no período arcaico, pré-clássico, da cultura grega, e tem origem certa nas cerimónias propiciadoras dos cultos do Deus do Vinho, sob a forma de representaçõe…

HALLOWEEN - SAMHAIN

ORIGEM DO SAMHAIN OU HALLOWEEN (Hemisfério Sul 30 de Abril /1° de Maio)
Halloween ou Samhain teve seu início em uma antiga festa celta pré-cristã dos mortos. Os povos celtas, que eram encontrados em toda a Europa, dividida ano por quatro grandes feriados. De acordo com o calendário, o ano começou em um dia correspondente a 01 de novembro em nosso calendário atual. A data marcou o início do inverno. Uma vez que eles eram pessoas pastorais, foi um momento em que bovinos e ovinos tiveram que serem transferidos para pastagens mais próximas e todos os animais tiveram que ser garantido para os meses de inverno. Culturas foram colhidas e armazenadas. A data marcou tanto um final e o início de outro de forma mais definitiva. SAMHAIN   O festival observado neste momento foi chamado Samhain (pronuncia-Sah-ween). Foi o feriado maior e mais significativa do ano celta. Os celtas acreditavam que, na época de Samhain, mais do que qualquer outra época do ano, os fantasmas dos mortos eram capazes de …

Dianus Lucifero

Dianus Lucífero é o antigo Deus das bruxas italianas. Irmão, filho e consorte da Deusa Diana, é o senhor da luz e do esplendor. Lucifero ou Lúcifer é o antigo nome do deus Romano do Esplendor. Senhor da Estrela Matutina e Vespertina. Foi posteriormente associado ao Diabo Cristão. Vale ressaltar que o Lúcifer (diabo) judaico-cristão, por seu polimorfismos de atuações pode ser considerado o Deus Lucifero, sob uma ótica cristã. Dianus Lucifero (Divino Portador da Luz) também é conhecido como Dis em seu aspecto de Deus da Morte e do além Mundo e Lupercus em seu aspecto de Criança da Promessa, Portador da Esperança e da Luz. Dianus Lucifero é dotado de três aspectos: O Cornífero: Senhor das Florestas Selvagens e Deus da Fertilidade, Sexualidade, Vida e Morte. O Encapuzado: Senhor dos Campos e das Plantações. Rei da Colheita e Senhor da Flora; Rex Nemorensis; semelhante ao Greenman dos celtas. O Ancião: Senhor da Sabedoria e Guardião dos Santuários. O Culto da Stregheria ao Deus Dianus Lucifero está…

PROGRAMAÇÃO DE ABRIL- 2013

14 de ABRIL- DOMINGO- WORKSHOP- SAMHAIN OU FESTIVAL DOS MORTOS de 16 as 18h- (Investimento: 20,00) Com Certificado e Apostila - 
21 de ABRIL- DOMINGO- WORKSHOP- CHACRAS E AS SUAS FUNÇÕES- de 16 as 18 h (Investimento: 30,00) APOSTILA E CERTIFICADO

Dia 28 DE ABRIL: WORKSHOP- MAGIA CIGANA - de 16 as 18h  Investimento: 40,00 APOSTILA E CERTIFICADO Facilitadora : Alana Morgana

 INSCRIÇÕES: EMAIL: ZINGARAWITCH@GMAIL.COM
 FONES: 91790660/ 26553156 (21)

CÁRITAS - Sabem de onde vem a Prece de CÁRITAS?

CÁRITAS


Etimologia: Em grego Χάριτες (Khárites), cujo singular é kháris. Funções: Cárites são divindades da beleza, da alegria de viver e é bem possível que, originariamente, tenham sido Deusas da vegetação. Responsabilidade: Vegetação Pais: Zeus e Eurínome (em algumas versões) Conjuges: Anquises (em algumas versões) Filhos: Eneias (Anquises) (em algumas versões)
Em princípio, as Cárites são divindades da beleza, da alegria de viver e é bem possível que, originariamente, tenha sido deusas da vegetação. São representadas quase sempre nuas ou cobertas apenas com leves tecidos ou véus flutuantes. São jovens, lindas, esbeltas e seguram-se normalmente pelos ombros: duas olham numa direção, mas a do meio olha na direção oposta. Sua função principal é alegrar a vida, os homens e os deuses. Habitam o Olimpo, em companhia das Musas e com estas formam, freqüentemente, coros. Fazem parte do cortejo de Afrodite, Eros e Dionisio. Exercem influência benéfica sobre os trabalhos intelectuais e as obras d…

SABE O QUE É O NATAL?

NATAL

Leia abaixo o que as enciclopédias relatam sobre este dia: 
A festa do Natal foi instituída oficialmente pelo Papa romano Libério no ano 354. Na verdade, a data de 25 de dezembro não se deve a um estrito aniversário cronológico, mas sim à substituição, com motivos cristãos, das antigas festas pagãs - onde os pagãos tributavam homenagem divindades do oriente -- expressam o sincretismo da festividade, de acordo com as medidas de assimilação religiosa adotadas por Constantino. 
A razão provável da adoção do dia 25 de dezembro é que os primeiros cristãos desejaram que a data coincidisse com a festa pagã dos romanos dedicada "ao nascimento do sol inconquistado", que comemorava o solstício do inverno. No mundo romano, a Saturnália, comemorada em 17 de dezembro, era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus iraniano Mitra, o sol da virtude. (©Enciclopédia Britânica do Brasil Publicações Ltda; Artigo-…

XAMANISMO- O QUE É?

A ORIGEM DA PALAVRA XAMÃ A palavra xamã, usada internacionalmente, atingiu o vocabulário etnológicos através do russo, do tungue-manchu: saman (derivado do verbo Scha, "saber"). Assim xamã significa alguém que sabe. Um sábio. Tentou-se explicar o termo tungue a partir do páli; “schamana” (traduzida para algo como “monge, asceta”). Outras pesquisas etnológicas mostram que a verdadeira origem da palavra Shaman pode ser o sânscrito “sramana”.
Nas outras línguas do centro e do norte da Ásia, os termos correspondentes são: em YacultoOjon (o e o xamã do sexo feminino udujan), Mongolbügä, bögä (buge, bü)Ugadan(também o buriate udayan e o iacuto udoyan, a "mulher-xamã")Turco-tártarokamAltaicokam, Gam, kami etc.. No ButiratesBoo, e naÁsia CentralBakshi. Para os samoanostadibe. Para os lapõesmoitafinlandêstieöjö e húngaros:táltos.




ORAÇÃO XAMÂNICA Aceito as forças da natureza que guiam meus caminhos Expresso a vontade do grande espírito em minha jornada R…

WICCA -SÁBADO dia 16/3/2013

SÁBADO dia 16/3/2013 : Curso sobre Introdução à Religião Wicca com um mês de duração, 1 x por semana de 16 as 19. Investimento: 90,00 /Constará de Certificado e Apostila
História da Bruxaria e Breve História do Paganismo / O que é a Religião WICCA/  MAGIA Branca e Magia Negra /  Bruxaria e Satanismo/ Quem foi Gerald Gardner /  /Tradições e Vertentes da Wicca / Instrumentos Mágikos do Sacerdócios/ Como montar seu Altar/ O SABÁ da BRUXA/  O que são FEITIÇOS e como prepará-los/ O Livro das Sombras/  O Círculo Mágico/  Os 5 elementos e o pentagrama /  A Deusa e o Deus Chifrudo /  Princípios Wiccanos /  A Roda do Ano /  As fases da Lua / O que é um Coven/ A prática em grupo e a prática solitária/ O NOME MÁGIKO / Iniciação / Elevação de energia em um ritual. http://www.eadivinatoriasalanamorgana.blogspot.com.br www.tradicaoathenapronaia.com Email: zingarawitch@gmail.com / athenapronaia@gmail.com

RUNAS-

Fonte: A Sabedoria das Runas - Michael Howard
A sabedoria das runas foi deixada aos Vikings pelo Deus nórdico Odin, para que os homens a ela recorressem, para se divinizar e para obter um sábio aconselhamento quando necessário.
Odin se submeteu a um supremo ato de auto - sacrifício para obter o conhecimento secreto das runas. Permaneceu suspenso, por nove dias e nove noites, pendurado pela lança, de cabeça para baixo no Yggdrasil, a "árvore do mundo", até se dar conta das pedras rúnicas no chão.
Esticando-se com dificuldade conseguiu apanhá-las, sendo então libertado pela magia destas pedras e, por iluminação, aprendeu os conhecimentos e poderes mágicos das runas.
Odin transmitiu à humanidade esse conhecimento obtido sobre as palavras mágicas e também de como registrar essas palavras através do alfabeto rúnico.
Odin distribuiu as vinte e quatro runas entre três deuses: Hagal, Freya e Tyr.
Estes três Deuses deram às runas suas energias. Freya, a energia de mãe, de esposa, de amante…